terça-feira, 29 de junho de 2010

Medo de cavalo!

Quando eu era criança eu fiquei um bom tempo sem poder passar por perto de um cavalo, pois eu havia adquirido um pânico exorbital de cavalos, por quê? Olha só que eu vou te contar.
Mais como pode uma criança ter medo dos lindos e amados cavalinhos temas de grandes personagens de histórias como lindos cavalos de príncipes e lindos unicórneos dos contos fanáticos e como os belos cavalinhos do My Litte Poney's.
Mais ai se esconde o mistério tudo começou quando eu era pequeno certo dia, meus dois melhores amigos que eram duma creche chegaram ao fim da tarde em suas casas com dois cassetetes de policia de brinquedos que haviam ganhado na creche que freqüentavam.
Então no outro dia o tema da brincadeira foi os cacetes então começamos a brincar com os cassetetes perto dali havia um cavalo comendo (mato bem tiririquentuh daquele parecendo de reza de benzedeira).
Então um do meu vizinho (o mais 666’ que não devia bater muito bem do tico e teco) pegou o seu cassetetes e no momento de loucura que devia estar passando cutucou com o cassetete vou falar logo "" do cavalo, PRA QUEHHHH!!!(maldito moleque!).
O cavalo que até então só estava a comer mato tiririquentuh se, pois a correr atrás de nos no intuito de nos matar eu via isso nos olhos daquela fera abominável sedenta pelos nossos sangues.
Corremos o mais rápido que podíamos entramos em uma casa abandonada que tinha bem perto dali e esperamos o cavalo acalmar e ir embora, mais ta ele não queria fazer nenhum nem o outro queria era nos pisotear até a morte O.O'.
Eu já estava quase infartado de tanto pânico quando derrepende apareceu meu anjo da guarda só mais velho, desculpa bem mais velho era o dono da criatura das profundezas ele só com as mãos consegui que o monstro se acalmasse e se retirasse para que pudéssemos sair.
Depois desse dia fiquei anos e anos em pânico quando passava por perto desses animais, quando assisti a aquele filme "Spirt - o corcel indomável" eu tive pesadelos de noite O.O' de tanto que eu tinha medo de cavalos. =['




http://www.mapher.com/wp-content/uploads/2009/03/aew_muito_doido.jpg

Não guspah para cimah! \z/

Quando eu retornei as aulas desse ano reparei que uma nova pessoa iria ser da mesma sala que eu, essa pessoa era uma das duas pessoas que eu mais odiava e não suportava em hipótese alguma.
Mais como tudo na vida no vem para nos dar na "cara" de frente, mais o que mais me irritava era ver que essa pessoa se sentava ao meu lado. Já pensando comigo eu não vou suportar isso meu deus eu vou bater nesse moleque.
quando foi um belo dia me vi a conversar com a pessoinha irritante e escrota, mais depois de alguns dias comecei a não mais me referir ah ela com um apelido grotesco que havia inventado mais comecei a chama - lá pelo nome coisa que nunca fiz.
Conclusão hoje essa pessoa é um dos amigos que mais preso, para você vê como a vida é uma caixinha onde pode ter vários imprevistos dentro dela.
Wesley sabe muito bem que é de você neh rsrrsrs XD'


http://1.bp.blogspot.com/_Hz9DvYXc5i0/Sunwv5tKQaI/AAAAAAAAAEg/ylV6-LOT_hE/s320/Amizade%2B(menino%2Be%2Bmenina%2Bde%2Bcostas%2Babra%25C3%25A7ados).jpg

Meu 1º dia de aula!

Não é bem meu 1º dia de aula, é meu primeiro dia mais na 5°série é que considerei meu primeiro dia de aula porque foi só ai que comecei a deixar de ser criança boba e vira moleque pra frente srrsrs.

Então lá tava eu uma criança inocente (acreditem já fui) indo para uma nova escola uma nova série e para novos colegas, quando cheguei à escola como primeiro dia você sempre chega mais cedo o ensino médio haviam acabado de saírem então havia uma enorme gentalha ainda na frente da escola, eu e meu colega (duas pessoas novas na nova selva) chegamos mais perto pra ver o que estava acontecendo, pra que fomos fazer isso, era muita coisa para o primeiro dia de uma criança de 11 anos.
Quando chegamos perguntamos para um "moleque" que estava lá e ele respondeu:
_Teve briga na hora da saída e o menino q estava apanhando pegou um litro de álcool e atirou no outro e puxou um fósforo pra tacar nele mais ai conseguiram entrar no meio e controlar a situação, e agora o tiozinho ta com a mangueira jogando água no garoto para poder lavar todo o álcool dele.=['
Quando ele terminou de concluir a sua frase as duas crianças que até então estavam super mega Power animadas para começar na nova vida da segunda faze do fundamental recomeçaram a repensar se era uma boa idéia mesmo continuar a estudar. \o/'
É nessas horas que a criança fica traumatizada com a escola, mas mais tarde vimos que isso era o de menos que estava por vir.


http://www.fabiocampana.com.br/wp-content/uploads/2008/05/briga.jpg

Não Extresse a mamae! part 2

Revirando minha memória lembrei-me de outro fato que estava guardado aqui na minha mente de quando eu tinha seis anos, minha irmã tinha acabado de nascer.

Todo mundo sabe que quando um bebê nasce vem um monte daqueles zés pouvinhu na sua casa pra ver aquele ser de cara enrugada e trazer presentinhos baratos.
Então um dia à noite a minha Tia (irmã do meu pai) veio ver minha irmã que havia acabado de nascer e trouxe com ela uma blusa de frio (daqueles tecidos de cobertor de preso) que havia sido do meu priminho que tinha quase a mesma idade da minha irmã para dar pra ela que não servia mais no meu primo então queria passar pra frente aquela blusa de tecido de cobertor de preso (o mania de pobre de dar roupa usada pra outros \o/').
Então minha mãe muito educada disse obrigado e aceitou, mais quando minha tia foi embora ela disse que não ia colocar aquela blusa se cobertor de preso na minha irmãzinha e ia deixar lá guardado e quando aparecesse alguém ela ia despachar aquilo.
Certa vez outro dia minha tia voltou em casa e vai conversa fora ela perguntou para minha mãe se a blusa já estava servindo pois minha irmã já está maiorsinha, antes que minha mãe pudesse responder alguma coisa eu antecipei e disse:
_Tia minha mãe falou que não vai usar aquele "treco" feio na minha irmã não.
ai minha tia muito sem graça respondeu.
_Claro que ela não vai usar mesmo aquela blusa porque é de homem e a sua irmãzinha é menininha fica feio nela mesmo.
Na hora deu vontade de perguntar para minha mãe se ela estava passando mal porque ela estava bem vermelha.
Ai de repente ela se levantou e foi há cozinha e de lá me gritou para ajudar ela a fazer não me lembro o que agora então eu como um filho prestativo fui logo ajuda - lá.(mais como crianças podem ser ingênuas.)
Eu cheguei na cozinha e ela não estava lá, estava no meu quarto e me chamou eu cheguei lá e estava escuro então ela já me puxou pelo cabelo e me jogou no chão e já me segurando pela garganta parecia uma fera indomável na hora que fui pra gritar ela mandou eu fechar a boca e não falar merda nenhuma e falou q era para eu nunca mais abrir a boca e falar as coisa que não era pra falar, e se levantou e foi de novo pra sala eu fiquei ali pasmo sem conseguir levantar de pânico q eu estava. =['
As vezes a mamãe me da Medo!*



http://ovocolorido.files.wordpress.com/2009/04/dicas-de-saude-mulher-na-tpm1-1.jpg

Não Extresse a mamae!

Minha mãe é uma pessoa muito boa e gentil, mais atrás dessa gentileza mora um Godzila adormecido. Isso sim minha gente, quem vê ela não fala que ela sabe ser muito agressiva.

Por exemplo, certa vez quando eu tinha por volta dos 11 anos estávamos na sala todos assistindo TV (família)(vivendo aquele momento família novela rsrss), ela estava sentada em um dos sofás fazendo seus bordados Ô.õ'.
O problema que quando ela faz isso ela ocupava o sofá só pra ela porque ela esticava os bordados sobre o sofá então não dava nem para poder sentar, mais como eu também sabia ser bem retardado se eu fosse um garoto inteligente eu teria sentado no chão mais não tinha que ser teimoso e querer sentar no sofá também.
Então empurrei os bordados mais pro canto e sentei ai o Godzila fez o primeiro contato.

_Allan Diego! Sai daqui, você esta me atrapalhando!*

Eu muito teimoso fingi que nem havia escutado, ela repetiu essa frase por mais umas três vezes, e eu nem dali me retirei.
Quando então ela (Godzila) fez um primeiro movimento, mas foi tão rápido e tão frio que quando a vi já havia feito, o que ela fez minha gente? Nada mais nada menos ela pegou a agulha de bordar e enfiou na minha perna e tirou, e disse com a voz mais calma e sombria.

_Eu disse pra você sair e você não saiu, ainda quer vai ficar aqui?

Na hora nem respondi sai tão rapidamente do sofá e assustado me sentei no chão. =['
as vezes a mamãe me da medo"!


http://i170.photobucket.com/albums/u260/LordNinja2007/Godzilla%20The%20Series/Capa.jpg

Crônicas?

Vamus reservar esse tópico para eu escrever crônicas do dia a dia sejam boas ou tocas vou escrever rsrssr.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Nunca é o suficiente................

Nunca é o suficiente. Acordo todas as manhãs pensando nela, a ansiedade bombeando meu sangue mais rápido que o normal, fazendo com que meus nervos se agitem e minha mente desperte para um novo dia. Espreguiço-me pensando nela, e imaginando seu rosto, imagino o toque de seus lábios sobre os meus, seus olhos vibrantes me encarando profundamente. Imagino ela aqui, do meu lado, sorrindo e dizendo que me ama. Toco o chão frio com meus pés, pensando nela e em como deve estar bonita hoje. Encaro-me no espelho enquanto ajeito os cabelos, enquanto isso seu lindo rosto invade minha mente por completo. Tomo café, escovo os dentes, leio o jornal. Tudo isso pensando nela e em como eu estaria feliz ao seu lado. Mas não é o suficiente.
Começo meu dia sorrindo, sua imagem em meus olhos tornando o mundo mais lindo. Vou á escola tentar estudar, mas tudo que minha mente absorve são suas palavras doces e gentis. Conto os segundos para voltar para casa, a vontade de conversar com ela aumentando rapidamente. Rabisco seu nome em todas as folhas do caderno, um sorriso bobo nos lábios. Desenho milhares de corações pelas paredes do colégio, rindo e imaginando se ela estará fazendo o mesmo. Meu coração saltita dentro do peito ao ouvir o sinal tocar avisando-me que já posso ir para casa, para sentir seu amor através de suas doces palavras. E mesmo estando do outro lado do mundo, posso senti-la ao meu lado, me aquecendo e me dando forças. Mesmo sem ter visto seu rosto ou tocado sua pele pessoalmente, eu a amo mais do que tudo nesta vida. Mas isso não é o suficiente.
Á caminho de casa paro em frente á um muro branco, propicio ao ato que estou preste á cometer – picho seu nome para eternizá-la ainda mais. Sinto-me feliz por ter feito algo para ela. Sinto-me feliz por viver por ela e para ela. Sinto-me feliz e amado. Com ela eu sinto-me tão bem que poderia flutuar, se isso não soasse tão clichê. Aumento meu ritmo para compensar o tempo que perdi, afinal, ela está três horas á frente e eu não quero deixá-la esperando. Chego em casa afobada, coração pulando garganta á fora. Jogo minha mochila atrás da porta do quarto e sento-me em frente ao computador. Aperto o botão de ligar com meus olhos em lagrimas – de felicidade, claro. Quando á vejo on-line tudo se modifica dentro de mim. Eu sei que ela vai fazer meu dia mais feliz. E eu vou me esforçar para fazê-la feliz também, nem que seja por pouco. Mas não, não é suficiente.
Passo o dia inteiro tentando expressar o tamanho do meu sentimento por ela. Digo milhares de ‘eu te amo’, digo tudo o que ela é e significa pra mim. Digo o quanto eu a amo. Eu a amo demais. Mais do que palavras poderiam expressar, nem mesmos gestos poderiam chegar perto de demonstrar meu amor por ela. É tudo tão intenso, tão forte, tão surreal. Às vezes eu não consigo acreditar que ela existe. E se realmente existe, porque escolheu á mim? Ela é linda, meiga, gentil, engraçada, e tem aquele jeito maluco de ser que me deixa impressionado. Ela é tão perfeita! Ela é tudo o que eu imaginei pra mim, mas eu nunca poderia acreditar que um dia teria alguém tão perfeita assim em meus braços. Eu á amo desesperadamente, eu preciso dela para viver. Mas não, ainda não é suficiente.

By: Maria Thais

Tolerância.

Tolerância.

Estou tentando ser tolerante. Na verdade, não tenho outra escolha á não ser tolerar tudo isso. Por mais que eu corra eu não posso me esconder dos meus próprios sentimentos.

Eu queria ter nascido homem.

Queria mesmo. Eu posso me vestir como um garoto, posso sair por ai arrotando e coçando o saco como um garoto, posso gostar de garotas como um garoto, mas eu não sou e nunca serei um garoto. Por dentro eu ainda sou uma garota, eu ainda penso e sinto como uma. É triste ser uma garota nas minhas condições. Garotas se envolvem mais. Garotas sonham mais. Garotas choram e sofrem mais. E eu não concordo quando dizem que as garotas são mais inteligentes. A maioria dos cientistas e pensadores de quem tanto ouvimos falar são homens, e foram os homens mais incríveis já vistos. Algumas garotas são tão fúteis e inúteis.

By: Maria Thais

Pele ferida e podre.

Meus ossos tremem sob minha pele ferida e podre,
Eu não sabia que a dor era algo concreto até ela acertar em cheio meu coração, me fazendo cair de joelhos no chão.
Meus dedos, eu já não consigo movê-los. E meus olhos, eu não consigo fechá-los.
Eu preciso das respostas certas para as perguntas erradas, mas eu não sei onde procurá-las. Eu preciso do seu amor, uma razão pra viver.
Mas ele se foi há muito tempo, eu sei que ele não vai voltar. Nós não voltaremos.
Porque algo mudou dentro de nós, algo se quebrou e eu já não tenho mais forças suficientes para concertar.
Você vai seguir seu caminho como se nunca tivesse me conhecido, e eu ficarei aqui com meus ossos e carnes doentes.
Eu apodrecerei aqui, sentado onde vi seus olhos pela primeira vez.
E eu ainda me lembro, eles brilhavam tanto que me fizeram chorar. E naquela hora eu percebi que havia achado a pessoa certa pra mim.
Mas eu não era a pessoa certa pra você.
_x_

É como um esforço continuo. Se você carregar o mesmo peso por varias vezes seguidas notará que a cada vez ele parece mais pesado. É porque seu corpo está cansado.
Assim acontece com um coração que se machuca. Se a dor continuar, mesmo que pareça menor pra quem vê, pra quem sente vai ser sempre mais dura e cruel. A dor só tende á aumentar, e é ai que sua alma se cansa. É ai que você perde as forças e desiste de amar.

By: Maria Thais

Ah se eu pudesse te tocar.

Essa poesia foi feita pela minha amifga e achei linda e quis coloca-lá aqui.

Ah! se eu pudesse te tocar!
fazer você sentir
todo o amor que há em mim
Ah se eu pudesse te amar sderm ter que esconder
fazer você ver que seu coração pertencer a mim;
Oh como eu queria te beijar !
Oljhar em teus olhos e tocar sua peli,
sentir seu calor acalentar todo o meu ser
Ah como eu amo você!....
Ah como eu queria te ter...
Meus Deus, eu daria tudo!
Cada mísera gota de sangue do meu corpo,
cada insignificante fibra celular do meu ser
Qualquer coisa por você
A minha vida para te ter!
O meu coração em uma bandeja só para tocar a sua pele
e sussura em seu ouvido
O quão imensso, intensso e bonito
é o meu amor por você!

By: Maria Thais
dedicado a Isabella _

Lute.

O que você espera para quando você se levanta pela manhã?
as vezes o problema esta nisso de você esperar encontrar algo para quando se levantar. Más como tudo na vida esperar e querer não basta, porque só querer não faz com que se tenha e esperar não faz com que chegue. Então comesse a deixar de esperar e querer tudo que você sabe que não vai vim, mais nunca deixe de lutar e correr por aquilo que deseja e espera, porque uma hora pode ser que devido sua luta isso chegue como presente pelo seu esforço, mais não ache que vai vim pelo simples fato de você querer.


domingo, 6 de junho de 2010

Cuidando de Mim......

-- As pessoαs esquecem o que vc diz, o que vc fαz, mαs elαs nuncα esquecem o que vc αs fez sentir. Eu penso no futuro, porque ele eu posso mudar. Não é preciso mostrar ...beleza aos cegos, nem dizer verdade aos surdos. Basta apenas não mentir para quem te escuta, nem decepcionar os olhos de quem te vê. "Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores. Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores. Refazendo minhas forças, minhas fontes, meus favores. Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores. Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho. Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho. Estou podando meu jardim. Estou cuidando bem de mim"!...

By: Wesley Giacomelli's